DICA

Dicas de Viagem

Dicas de Viagem
A parte elétrica de um automóvel é muito complexa, é necessário ter conhecimento técnico e ferramentas especiais para, por exemplo, prever problemas com um alternador ou uma bomba de combustível.

Sintomas e dicas
Porém, fique atento a sinais como dificuldade para fazer o carro pegar, queda na intensidade das luzes de cortesia ao dar a partida e odômetro apagado.
Um simples exame da bateria começa com a observação dos bornes (pólos positivo e negativo): veja se há vazamento de ácido, que deixa um pó esbranquiçado.
Algumas baterias possuem um visor que indica a condição de carga. Se ele estiver na cor verde, significa que está em boas condições; um visor preto indica que está sem carga. Neste caso, é importante verificar se o alternador está funcionando corretamente antes de substituir a bateria.

teste do alternador (na foto ao lado) precisa ser feito pelo mecânico, que vai se valer do auxílio de um multímetro. Na medição da voltagem entre os bornes da bateria, com o motor em funcionamento, a tensão deverá estar entre 13,5 e 14,4 V.
Em casa, é possível conferir o estado da correia do alternador, que costuma ser responsável pela maioria dos problemas elétricos. Verifique se ela está desfiando ou com a borracha quebradiça.
Mesmo com o carro parado e com o motor em marcha lenta, equipamentos elétricos e acessórios originais de fábrica, teoricamente, são suportados pelo alternador e bateria. Se você “tunou” seu carro com módulos de potência, luzes auxiliares e DVDs, por exemplo, sem redimensionar alternador e bateria, poderá ficar na mão, principalmente quando o veículo estiver parado em marcha lenta com todos os equipamentos ligados simultaneamente.